Dicas, Livros

Resenha: 27 Crushes de Molly

No fim do ano passado entrei em um grupo de WhatsApp de leitura e lá sorteamos livros para ler no decorrer do mês, e o livro da vez com “Os 27 Crushes de Molly” e eu decidi compartilhar com vocês um pouco sobre minha experiência com o livro, espero que gostem

Sinopse

“Molly já viveu muitas paixões, mas só dentro de sua cabeça. E foi assim que, aos dezessete anos, a menina acumulou vinte e seis crushes. Embora sua irmã gêmea, Cassie, viva dizendo que ela precisa ser mais corajosa, Molly não consegue suportar a possibilidade de levar um fora. Então age com muito cuidado. Como ela diz, garotas gordas sempre têm que ser cautelosas.

Tudo muda quando Cassie começa a namorar Mina, e Molly pela primeira vez tem que lidar com uma solidão implacável e sentimentos muito conflitantes. Por sorte, um dos melhores amigos de Mina é um garoto hipster, fofo e lindo, o vigésimo sétimo crush perfeito e talvez até um futuro namorado. Se Molly finalmente se arriscar e se envolver com ele, pode dar seu primeiro beijo e ainda se reaproximar da irmã.

Só tem um problema, que atende pelo nome de Reid Wertheim, o garoto com quem Molly trabalha. Ele é meio esquisito. Ele gosta de Tolkien. Ele vai a feiras medievais. Ele usa tênis brancos ridículos. Molly jamais, em hipótese alguma, se apaixonaria por ele. Certo?”

 

WhatsApp Image 2018-01-23 at 22.20.11

 

Minha Opinião

O livro conta a história de Molly, a personagem é tão amorzinho, me apaixonei pra ela desde o começo confesso, a história se inicia em uma balada (9h30) se inicia um dia antes de Molly começar a trabalhar, Molly tem uma irmã gêmea Cassie para ser mais específica, e elas não são nada parecidas (Molly gosta de deixar isso claro) Molly e Cassie são filhas de Patty e Nadine, Patty usou um gerador de esperma para conceber Molly e Cassie e Nadine usou o mesmo doador para conceber Xavier(seu irmãozinho).

O que mais me chamou a atenção verdadeiramente nesse livro é que ele não é um romancinho bobó de adolescentes, e um livro que aborda temas bem mais complexos… Claro que tem toda a questão de amorosa com os “crushes” da Molly, mas também toca no assunto aceitação, afinal como eu disse ali em cima Molly tem bastante complexo com seu corpo, e tem o tema homofobia, quando as mães de Molly resolvem tomar uma atitude e elas acabam  deparam com uma pessoa homofóbica dentro da própria família…  Molly também fica no meio termo entre gostar de Reid ou de Will(eu confesso que me apaixonei pelos dois kk)…

A história conta sobre várias questões de Molly e você vai se apegando a ela, e meio que se sente íntima dela sabe? E tudo tão gostoso e levinho de ler que a gente se apega a Molly e nem percebe, agora chega de resenha, cria vergonha na cara e vamos ler “27crushes de Molly” né?

downloaddownloaddownloaddownload

Entre no nosso grupo de leitura mensal tambem♥️

 

7 comentários em “Resenha: 27 Crushes de Molly”

  1. Oi, Bia!!!
    Quero ler esse livro porque li Simon e achei uma delicia a narrativa da autora. Amei esse estilo de capa padrão também, que a editora faz.
    Eu gosto da premissa do livro, que inicialmente parece aquelas comédias românticas da garota com sua baixa auto estima é que depois se vê dividida entre o garoto lindo e o estranho… não foge um pouco ao clichê.
    Mas se tem representatividade eu estou lá para conferir.

    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    http://www.blogvidaeletras.blogspot.com

    Curtir

  2. Oii, tudo bem?
    Eu já li um livro da autora e a escrita dela é uma delicia, fico feliz de saber que no Os 27 Crushes de Molly ela tem uma historia tão envolvente quanto a outra. Eu realmente adoro me sentir intima dos personagens quando leio os livros e com certeza quero ler esse.

    Curtir

  3. Eu já conhecia a autora, mas esse livro ainda não li! Fico feliz em saber que o livro não nos traz um romance bobinho de adolescentes, pois confesso que estou fugindo de personagens rasos e mal elaborados! Hahaha
    Vou colocar á minha meta de leitura no Skoob! Obrigadão pela dica! ❤

    Curtir

  4. Adorei o post e desde o título já me identifiquei com a Molly (kkkkk), gostei muito da resenha e não sei como não conhecia esse livro, que é simplesmente o meu tipo de livro. Com certeza irei adicionar na lista e já quero ler.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s